Penya Barcelonista de Lisboa

dimarts, d’abril 27, 2010

Guardiola: “Temos grande respeito pelo Inter mas queremos ir à final


“Os jogadores do Inter não vão odiar esta profissão porque ela é o máximo”, afirmou o treinador do Barcelona, Pep Guardiola, relativizando o que disse Gerard Piqué.

O defesa tinha pedido um grande ambiente em Camp Nou, para o encontro da segunda mão das meias-finais da Liga dos Campeões, com o intuito de levar a equipa à reviravolta no marcador. Os catalães perderam na primeira mão em Milão, por 3-1, mas o sonho de chegar à final de Madrid continua vivo.

Isso mesmo disse Guardiola esta terça-feira na conferência de imprensa de antevisão da partida de amanhã: “Temos um grande respeito pelo Inter. Não importam os títulos que conseguimos até agora, queremos continuar a ganhar. Não nos podem proibir de sonhar com estes momentos. Vamos tentar chegar a uma final, não vamos contra ninguém. É só um jogo, onze contra onze e uma bola”, disse o treinador dos “blaugrana”.

Com um discurso apaziguador, Guardiola relativizou as declarações de Piqué. “Os jogadores do Inter não vão odiar esta profissão, porque ela é o máximo. Não se pode odiar. Se eles ganharem vão felizes no avião, e se perderem regressam a Itália tristes, e é isso. O Piqué disse essa frase e puxaram logo isso para título, mas o que queremos é colocar muito ritmo no jogo”, reiterou.

“Somos um clube exemplar”

“Creio que somos um clube exemplar. Temos um treinador que silencia muitas opiniões por representar o Barcelona e uns jogadores muito correctos, nas derrotas e nas vitórias. Somos uma equipa de futebol que ama a bola, para que os nossos adeptos estejam contentes. Só queremos que os adeptos nos apoiem, e de certeza que o vão fazer”, sublinhou Guardiola.

Com o apoio dos adeptos, será mais fácil ao Barcelona jogar ao estilo a que Camp Nou está habituado. “A essência do Barça é jogar muito bem futebol. Trabalhar muito, recuperar a bola, abrir espaços, jogar o mais aberto possível. Não sei se seremos capazes de dar a volta ao resultado, mas sei que nos esforçaremos ao máximo, frente a uma grande equipa. A realidade é que estamos a perder por 3-1 e há que dar a volta a esse resultado. Não sei se vamos conseguir, mas temos que ser nós próprios, não importa o Inter nem os seus jogadores. Se perdermos damos-lhes os parabéns e que tenham sorte na final”, disse.

“O meu ‘feeling’ é de uma felicidade enorme, de um prazer indescritível. Quero que os jogadores sintam que é uma honra e um privilégio estar numa meia-final. Quero que encarem o jogo como uma festa”, concluiu Pep Guardio
la

5 Comments:

Publica un comentari a l'entrada

Links to this post:

Crear un enllaç

<< Home