Penya Barcelonista de Lisboa

dijous, d’octubre 20, 2011

Elogios de parte a parte


O médio Václav Pilař, do Plzeň, destacou a simplicidade do defesa Daniel Alves, do Barcelona, e a genialidade de Lionel Messi, enquanto Andrés Iniesta elogiou o adversário.




O médio do FC Viktoria Plzeň Václav Pilař admitiu ter ficado impressionado e maravilhado com a exibição do FC Barcelona nesta quarta-feira, afirmando que estar frente-a-frente com o incrível Lionel Messi no relvado foi como fazer parte de "um filme". A equipa checa perdeu por 2-0 com os detentores da UEFA Champions League e Andrés Iniesta, que confirmou que está totalmente recuperado de lesão marcando o primeiro golo da equipa, não espera facilidades quando as duas formações se voltarem a encontrar dentro de duas semanas.
Andrés Iniesta, médio do BarcelonaDepois de termos ficado em vantagem partimos em busca do segundo golo, que tornaria tudo mais fácil e nos permitiria relaxar um pouco mais. Queríamos acabar com as possibilidades de o Viktoria chegar ao empate o mais depressa possível, porque sabíamos que, num momento, tudo pode mudar.
Gastámos muitas energias em busca desse segundo golo e é óbvio que criámos oportunidades mais do que suficientes para marcar ainda mais. A vitória é mais importante do que o resultado final.
No sábado [contra o Real Racing Club] senti-me bem em campo depois da ausência [de um mês] e esta noite ainda me senti um pouco melhor. Tentamos sempre melhorar o nosso jogo de passes e quando as coisas começam a correr bem, como foi o caso deste jogo, sentimo-nos à vontade para jogar mais perto da área adversária e procurar abrir espaços.
O jogo de hoje prova que o duelo na República Checa vai ser tudo menos fácil. É um adversário muito forte em termos físicos, que gosta de atacar. Ganhar lá não vai ser fácil, mas será muito importante somar os três pontos que garantem, praticamente, o apuramento para os oitavos-de-final.
David Villa, avançado do BarcelonaFoi muito difícil selar esta vitória. Tivemos muita posse de bola e muitas oportunidades, mas não tivemos a eficácia do costume. O nosso melhor marcador é o Lionel Messi, mas a segunda linha de avançados também tem de conseguir fazer o mesmo. Poderíamos, pelo menos, ter feito mais um golo.
Václav Pilař, médio do PlzeňO Barcelona jogou como sempre faz. Teve muitas oportunidades para marcar mais golos, mas o facto de só ter conseguido dois mostra que defendemos bastante bem. Para mim, jogar contra o Daniel Alves foi uma grande experiência, porque é um futebolista tremendo, que faz tudo parecer fácil. Faz passes ao primeiro toque com grande qualidade e é muito rápido. Gostei da experiência.
O Leo Messi é como um deus para mim. Sempre o admirei. Vejo tudo o que ele faz e passo muito tempo a ver vídeos dele no YouTube. É fantástico ver o que ele faz em campo e estar perto dele, jogar contra ele e o resto da equipa do Barça, parece um filme.
David Limberský, defesa do PlzeňTentámos jogar no contra-ataque na primeira parte, mas não tivemos a bola tempo que chegue e isso é frustrante. Estamos sempre a ver o Barcelona na televisão e não há dúvida que eles fazem tudo bem. É muito difícil defender contra uma equipa como esta e, por isso, perder apenas por 2-0 é um bom resultado para nós.

5 Comments:

Publica un comentari a l'entrada

Links to this post:

Crear un enllaç

<< Home