Penya Barcelonista de Lisboa

diumenge, d’abril 03, 2011

Jovens do Barça mostram maturidade



Jovens do Barça mostram maturidade Andreu Fontás, Víctor Vázquez e Thiago Alcántara aproveitaram a oportunidade para brilhar na vitória do Barcelona sobre o Rubin, exibindo qualidades típicas dos jovens formados na academia do clube

A admiração largamente sentida em relação ao FC Barcelona é quase tanta pela sua extraordinária academia de formação como pelo seu futebol estelar. E a vitória do campeão espanhol sobre o FC Rubin Kazan, por 2-0, em jogo do Grupo D da UEFA Champions League, apenas serviu para enfatizar que o filão catalão parece inesgotável. Mais duas promessas do Barça B, Andreu Fontás e Víctor Vázquez, marcaram na sua estreia na UEFA Champions League, dando a vitória e fazendo esquecer a falha da equipa de Pep Guardiola em não ter vencido o Rubin nas três ocasiões anteriores. Andrés Iniesta, Xavi Hernández e Lionel Messi estão nomeados para a conquista da Bola de Ouro, mas Guardiola optou por utilizar apenas o último, nos 27 minutos finais, remetendo o Rubin para a UEFA Europa League. Um feito impressionante. Acima de tudo merece destaque Thiago Alcántara, de 19 anos, que depois dos bons apontamentos na Taça de Espanha esta época, voltou a rubricar uma boa exibição. O médio-ofensivo, cujo pai, Mazinho, conquistou o Campeonato do Mundo pelo Brasil, em 1994, disse ao UEFA.com: "Este era um jogo em que todos queriam mostrar a sua ambição. Não estava nada em disputa em termos de classificação, porque já tínhamos garantido o primeiro lugar, mas queríamos realizar uma boa exibição e praticar bom futebol." "Os escalões jovens do Barça vão sempre estar presentes, anos após ano, a fornecerem bons jovens jogadores. O que temos de fazer, quando a oportunidade surge, é mostrar que temos valor. Tem tudo que ver com atitude, bem como com habilidade." Durante uma estreia confiante e inteligente como titular, em que cumpriu os 90 minutos na UEFA Champions League, Thiago conseguiu isso mesmo, culminando uma exibição que lhe valeu a distinção de Melhor em Campo com a assistência para o golo inaugural, marcado por Fontás. O defesa-central de 21 anos disse ao UEFA.com: "É difícil para nós, os mais jovens, despontarmos na equipa principal, mas espero que esta noite todos tenham mostrado que, sempre que necessário, podem contar connosco. Para mim foi incrível. Estava nervoso, mas marcar o primeiro golo, eu que nem sou um finalizador, foi um sentimento especial." Mas a noite reservou momentos menos bons, como as lesões de Jeffren e Bojan Krkić, que foi conduzido ao hospital, depois de sofrer uma pancada na cabeça. Ainda assim, o bom golo de Vázquez, a encerrar a partida, deu outro brilho ao triunfo, ele que ocupou a posição de Messi e tinha sido afectado por lesões nos últimos dois anos. "Precisei de muito tempo até regressar à equipa principal, e não podia desejar melhor do que uma vitória e um golo", confidenciou ao UEFA.com. "A adaptação não é problema, porque é a mesma filosofia de jogo da equipa 'B'. Se jogamos com Messi, [Sergio] Busquets e [Gerard] Piqué, então tudo se torna muito mais fácil. E divertido." Conteúdos relacionados Barça 2-0 RubinCopenhaga faz históriaReacçõesResumos“Os escalões jovens do Barça vão sempre estar presentes, anos após ano, a fornecerem bons jovens jogadores. O que temos de fazer, quando a oportunidade surge, é mostrar que temos valor. Tem tudo que ver com atitude, bem como com habilidade. Thiago Alcántara”“É difícil para nós, os mais jovens, despontarmos na equipa principal, mas espero que esta noite todos tenham mostrado que, sempre que necessário, podem contar connosco. Para mim foi incrível Andreu Fontàs”. ©UEFA.com 1998-2011. All rights reserved.

0 Comments:

Publica un comentari a l'entrada

Links to this post:

Crear un enllaç

<< Home